Triple Bill

TRIPLE BILL é a conta que deux fez, é o triângulo da dezunificação, são os três tristes tigres, mas vamos revelar tudo, confessar, ficcionar.

Triple Bill. Triple Money (not really). Triple Fun (absolutely). Triple Labour (definitely). Passámos os 27, não morremos. Chegámos aos 30, sobrevivemos ao regresso de Saturno e continuamos. Faz em 2020 sete anos que a Rabbit Hole começou, com reuniões, na Rua das Gaivotas 6 – ainda chovia lá dentro. Há estudos que dizem que o corpo humano demora 7 anos a reciclar as células que o constituem. E estudos sobre a reciclagem celular de um espaço, ideias, alguém? Seja como for, passaram sete anos. E somos as mesmas mas não somos. Same same but different.

E, portanto, independentemente da veracidade dos estudos acima referidos, o Triple Bill é um 3, criado por 3 elementos da Rabbit Hole que têm vindo a habitar a Rua das Gaivotas 6 ao longo dos últimos 7 anos. Durante 3 semanas temos carta cor-de-rosa para espetáculos, instalações, ciclos de cinema, festas, concertos, conversas, beberetes e encontros. Um programa denso, fractal, múltiplo, que podem consultar abaixo. Continuem a ler.

[Janeiro de 2020]

*TRIPLE BILL FOI UMA TRÍADE QUE COMEÇOU A SER DESENHADA A 3 EM 2019, AQUANDO DO CONVITE DE PEDRO BARREIRO PARA A OCUPAÇÃO DE TRÊS SEMANAS NA RUA DAS GAIVOTAS 6. ESTREARÁ EM LISBOA ENQUANTO EVENTO PERFORMATIVO TRANSDISCIPLINAR EM DEZEMBRO DE 2021 DEPOIS DE SUCESSIVOS CANCELAMENTOS. DESTA VEZ DESENHADO A 2.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

TRIPLE BILL É UMA PRODUÇÃO RABBIT HOLE
CRIADA POR João Estevens, Mafalda Miranda Jacinto e Mariana Nobre Vieira
ILUSTRAÇÃO DE Mafalda Miranda Jacinto
CORAÇÃO GIGANTE Silvana Ivaldi
DESIGN “PUTAQUEPARIUESTAMERDA” Daniel Pereira
PROJECTO APOIADO POR Fundação Calouste Gulbenkian
PARCEIRO INSTITUCIONAL República Portuguesa – Ministério da Cultura
APOIO 23 Milhas, O Espaço do Tempo, cão solteiro . residências120, TRUST Collective
AGRADECIMENTOS Bruno Esteves, Diogo Melo, Filipe Pureza, João Leitão, Joana Sousa, Pedro Barreiro, Rua das Gaivotas 6/ Teatro Praga, Silvana Ivaldi.

9 – 10 dez QUI-SEX ● 19H

(noite duple inverte a ordem de começo no segundo dia!)

E SE EU PUDESSE DANÇAR, E SE NÓS PUDÉSSEMOS DANÇAR?
de João Estevens

[INTERVALO ~ 10 min aprox]


SUGAR COATING

de Mafalda Miranda Jacinto